•  
  • ARTWORKS (3)

MOVIE BOOKS

by Kami Sama Published on: 1 de fevereiro de 2011
Comments: 4 Comments
Tags: , , , , , , , ,

Movie Books

Introdução

Mesmo entre os fãs mais incondicionais de Dragon Ball, poucos são os que sabem o que é um movie book. Menos fãs ainda, tiveram algum em mãos e creio que deve dar para contar nos dedos das mãos e dos pés, os que sabem que alguns deles já foram publicados no Brasil. Entre os que sabem o que é, essas edições são um objeto de desejo tão grande quanto os daizenshuus ou os tankoubons originais.
Mas vamos deixar de história e vamos ao que interessa.

Para cada um dos os filmes e especiais de Dragon Ball que foram feitos pela Toei Animation, a Shueisha publicou uma versão dos mesmos em formato quadrinizado, são os chamados “color film comics” ou movie books. No total foram 20 edições, e ao contrário do que muitos pensam, NÃO foram edições lançadas com o intuito de promover os filmes. Isso, pois cada versão quadrinizada, foi lançada com um intervalo de tempo considerável da estréia do filme até o lançamento nas bancas. As vezes com uma diferença de quase uma década.

No Japão, uns poucos filmes e OVAs, com ótima aceitação do público, tem movie books publicados. Os filmes do Studio Gibli, por exemplo, comumente tem versões quadrinizadas. Mas mesmo assim essa é uma prática não usual para as editoras japonesas, a Shueisha nesse caso, é exceção. E dentro disso tudo, Dragon Ball é uma das poucas séries que tiveram TODOS os seus filmes e especiais quadrinizados. Os movie books de Dragon Ball foram lançados pela Shueisha na JUMP COMICS SELECTION sob o selo JAC (Jump ANIME Comics) uma das muitas publicações da Shueisha menos conhecidas que a Weekly Shonen Jump, seu carro chefe com tiragem semanal de milhões de exemplares desde 1968.

Cada movie book tem em média de 140 páginas coloridas, com o mesmo formato de impressão dos tankoubons e com uma capa protetora que os envolve, contendo a mesma imagem da capa interna. Fora o que se espera de uma quadrinização de um filme, cada edição tem atrativos a mais. Como algumas páginas pôsteres, a ficha técnica do filme e também páginas ilustradas que nos dão uma descrição de cada um dos personagens que figuram no filme, logo no começo de cada volume.

Outro ponto interessante é que essas versões quadrinizadas são criadas a partir e tão somente de imagens do filme, sem extras e cenas retratadas em ângulos diferentes. Fica ao encargo dos diagramadores apenas o desenho e a colorização das onomatopéias e “balões”. Além é claro de compor uma dinâmica de roteiro mais próxima a do mangá, recortando as imagens (os acetatos) dos filmes e diagramando as páginas de forma a compor a história. Em função disso, o tipo de desenho que temos aqui é completamente diferente das páginas coloridas dos mangás originalmente desenhadas pelo Akira Toriyama e esporadicamente publicadas na Weekly Shonen Jump (WS Jump). Segue a comparação abaixo:

Scan Movie Book

Scan WS Jump

Pelo anime ter logicamente uma dinâmica de cenas próprias ao seu formato, como cenas que se repetem de um mesmo ponto de vista com uma troca rápida de planos, podemos perceber claramente que isso se refletiu nos movie books. Muitas das páginas tem de um quadrinho para outro uma imagem que pouco difere da anterior (observe a imagem à esquerda), coisa que em um mangá do Toriyama dificilmente veríamos.

Temos de considerar também que 140 páginas de um mangá equivaleriam a cerca de seis até nove episódios da série televisiva que tem cerca de 20 minutos. Um filme de 40 ou 50 minutos quadrinizado em 140 páginas precisa de muito mais “quadrinhos” se repetindo para compor um volume. Mas as vezes a composição de uma página de um movie book beira o ridículo (note a imagem do lado direito). Por outro lado temos também algumas páginas muito criativas, com uma composição belíssima, tanto na diagramação dos quadros, quanto nas onomatopéias (imagens abaixo).

Vale lembrar que os diálogos da versão quadrinizada não correspondem exatamente aos do filme original. E também temos muitas passagens dos filmes que por algum motivo foram subtraídas no processo de quadrinização. Fica ao encargo dos editores e roteiristas a escolha do que vai figurar em cada movie book.

Ao contrário dos mangás de Dragon Ball que foram publicados em meio mundo, poucos foram os países que publicaram algum movie book. Por incrível que pareça, a partir de Janeiro de 1997, a Editora Abril Jovem publicou alguns movie books de Dragon Ball, isso anos antes da Conrad começar a editar o mangá de Dragon Ball, em Novembro de 2001. Foram 4 mini séries mensais, cada uma dividida em 2 edições.

A Abril fez um considerável trabalho de adaptação: as onomatopéias foram mantidas, por serem parte integrante da ilustração, porém algumas ficaram invertidas devido ao processo de ocidentalização – leitura da esquerda p/ direita. Todavia, a Abril preocupou-se em colocar um asterisco com a tradução de todas as onomatopéias e kanjis existentes nas edições e a tradução dos nomes dos personagens também foi extremamente fiel a versão japonesa. O tipo de papel é ”papel couché brilhoso-LWC60, de baixa gramatura” (o mesmo usado nas páginas das revistas nacionais VEJA ou ÉPOCA) e o preço de cada edição é de R$ 3,30.

Abaixo temos as capas de todos os movie books de Dragon Ball, com o respectivo nome do filme, a data de estréia dos mesmos, seja na TV ou nos cinemas, a data de lançamento da edição quadrinizada e em qual JCS foi publicada. Clique nas imagens para ampliá-las.  


DB Movie 1 – Shenron no densetsu
Movie – 12/1986
Movie Book – 01/1995

DB Movie 2 Majinjô no nemuri hime
Movie – 07/1987
Movie Book – 02/1995

DB Movie 3 – Maka fushigi daibôken
Movie – 07/1988
Movie Book – 03/1995

DBZ Movie 1 – Dragon Ball Z the Movie
Movie – 07/1989
Movie Book – 09/1994 (JCS 12)

DBZ Movie 2- Kono yo de ichiban tsuyoi yatsu
Movie – 03/1990
Movie Book – 06/1994
(JCS 10)

DBZ Movie 3 – Chikyû marugoto chôkessen
Movie – 07/1990
Movie Book – 05/1994
(JCS 14)

DBZ Movie 4 – Sûpâ saiyajin da songokû
Movie – 03/1991
Movie Book- 03/1994
(JCS 9)

DBZ Movie 5 – Tobikkiri no saikyô tai saikyô
Movie – 07/1991
Movie Book – 03/1992
(JCS 1)

DBZ Movie 6 – Gekitotsu!! 100 oku pawâ no senshitachi
Movie – 03/1992
Movie Book – 06/1992
(JCS 2)

DBZ Movie 7 – Kyokugen batoru!! Sandai sûpâ saiyajin
Movie – 07/1992
Movie Book – 03/1993
(JCS 4)

DBZ Movie 8 – Moetsukiro!! Nessen, ressen, chôgekisen
Movie – 03/1993
Movie Book – 07/1993
(JCS 8)

DBZ Movie 9 – Ginga giri giri!! Bucchigiri no sugoi yatsu
Movie – 07/1993
Movie Book – 11/1993
(JCS 16)

DBZ 10 – Kiken na futari ! Sûpâ senshi ha nemurenai
Movie – 03/1994
Movie Book – 10/1994
(JCS 11)

DBZ Movie 11 – Sûpâ senshi gekiha!! Katsu no ha ore da
Movie – 07/1994
Movie Book – 12/1994
(JCS 15)

DBZ Movie 12 – Fukkatsu no fyûjon!! Gokû to Bejîta
Movie – 03/1995
Movie Book – 04/1995
(JCS 13)

DBZ 13 – Ryûken bakuhatsu!! Gokû ga yaraneba dare ga yaru
Movie – 07/1995
Movie Book – 11/1995
(JCS 6)

DBZ Especial – Tatta hitori no saishû kessen
Movie – 02/1991
Movie Book – 01/1993
(JCS 3)

DBZ Especial 2 – Zetsubô he no hankô! Nokosareta Supaa senshi Gohan to Torankasu
Movie – 02/1992
Movie Book – 05/1993
(JCS 5)

DB Especial 10 anos – Saikyo no michi
Movie – 03/1994
Movie Book – ??/????
(JCS 7)

DBGT Especial – Goku Gaiden! Yuuki no akashi wa Suushinchuu
Movie – 03/1997
Movie Book – ??/????
 

Se pensa em comprar de alguma forma uma Jump Anime Comics, fique atento. Nem toda JAC é uma versão quadrinizada de um filme ou especial de TV. Em alguns casos a palavra “Famicom” pode ser lida na capa em katana. Os “Famicom JAC Books” são revistas feitas para promover alguns dos jogos de Dragon Ball para Nintendo. Além disso temos as Jump Anime Comics “JR”, os guias equivalentes aos Daizenshuus, só que de Dragon Ball GT. Mas esse assunto é matéria para outra seção!

 

BIRD LAND PRESS

Bird Land Press

No começo dos anos 80, no auge do sucesso de Dr. Slump, um grupo de fãs criou um fã-clube no intuito de compartilhar informações sobre o mangaká Akira Toriyama e suas obras. Esse fã-clube foi chamado de Toriyama Akira Hozonkai (鳥山明保存会). Inicialmente era um fã-clube não oficial como muitos outros, mas posteriormente foi aceito pela Shueisha e pelo próprio Akira Toriyama.

Com o apoio da Shueisha e do próprio Akira Toriyama que se dispôs a ficar em contato com o grupo e criar conteúdo original para seus membros, o fã-clube cresceu rapidamente. Em meio a isso, em 1982 um boletim informativo do clube passou a ser publicado: o BIRD LAND PRESS.

O BIRD LAND PRESS era um boletim informativo bimestral, com tiragem de 10000 exemplares, destinados aos membros do Akira Toriyama Honzonkai. Eles têm o formato B6 e cerca de 26 páginas cada. A grande maioria das capas foi desenhadas pelo Toriyama, assim como muitas ilustrações que compunham seu conteúdo.

Junto com o BIRD LAND PRESS, os membros recebiam muitos brindes como buttons, chaveiros, pôsteres e cartões com ilustrações do Toriyama nunca antes (nem depois) publicadas.

 

As edições do BIRD LAND PRESS também contém entrevistas com Akira Toriyama e reportagens sobre seu dia a dia e o que ele estava produzindo no momento, assim como muitas curiosidades.

Algumas histórias curtas que tinham sido previamente publicadas, como “Escape”, foram republicadas aqui. Mas o mais interessante é que “Mysterius Rain Jack” e “Awawa World”, as duas misteriosas (e obviamente raríssimas) histórias com que Toriyama participou do concurso de mangákas da Monthly Young Jump, em 1977 e 1978, e que foram sua porta de entrada na Shueisha, foram publicadas na sua íntegra APENAS no BIRD LAND PRESS!

Mysterius Rain Jack (謎のレインジャック) foi publicado em duas partes nas edições de nº 3 (outubro de 1982) e nº 4 (janeiro de 1983). E Awawa World (あわわワールド), também em duas partes nas edições de nº 5 (março de 1983) e nº 6 (maio de 1983). Tais histórias provavelmente NUNCA MAIS SERÃO PUBLICADAS, pois os originais foram roubados na década de 90. Conteúdos como esses agregam ainda mais valor as edições do BIRD LAND PRESS.

No total foram publicados cerca de 25 edições de BIRD LAND PRESS entre 1982 e 1987, sendo que lá para as últimas edições já não eram bimestrais e sim publicadas com um intervalo de tempo aleatório. As edições do BIRD LAND PRESS são extremamente difíceis de serem encontradas no Japão (o que dizer no ocidente então?), alcançando altos valores quando anunciados em sites de leilões especializados. A coleção de imagens das capas aqui é exclusiva e foram frutos de cerca de 7 anos de pesquisa, entre 2002 a 2009.

BIRD LAND  PRESS
nº 01
??/1982

BIRD LAND  PRESS
nº 02
??/1982

BIRD LAND  PRESS
nº 03
10/1982

BIRD LAND  PRESS
nº 04
01/1983

BIRD LAND  PRESS
nº 05
03/198
3

BIRD LAND  PRESS
nº 06
05/1983

BIRD LAND  PRESS
nº 07
07/1983

BIRD LAND  PRESS
nº 08
09/1983

BIRD LAND  PRESS
nº 09
11/1983

BIRD LAND  PRESS
nº 10
01/1984

BIRD LAND  PRESS
nº 11
03/1984

BIRD LAND  PRESS
nº 12
05/1984

BIRD LAND  PRESS
nº 13
07/1984

BIRD LAND  PRESS
nº 14
09/1984

BIRD LAND  PRESS
nº 15
11/1984

BIRD LAND  PRESS
nº 16
01/1985

BIRD LAND  PRESS
nº 17
03/1985

BIRD LAND  PRESS
nº 18
05/1985

BIRD LAND  PRESS
nº 19
07/1985

BIRD LAND  PRESS
nº 20
09/1985

BIRD LAND  PRESS
nº 21
??/??

BIRD LAND  PRESS
nº 22
??/1986

BIRD LAND  PRESS
nº 23
01/1987

BIRD LAND  PRESS
nº 24
07/1987

   

BIRD LAND  PRESS
nº 25
09/1987

   
     

NARUTO HIDEN: KAI NO SHO

Naruto Hiden: Kai No Sho

Naruto Hiden: Kai no Sho Ofisharu Puremiamu Fan Book ( NARUTO―ナルト―[秘伝·皆の書]オフィシャルプレミアムファンBOOK )
Lançamento: 2009

Para celebrar o aniversário de 10 anos da franquia Naruto, criada em 1999 por Masashi Kishimoto, diversos mangakás ligados a Shueisha se reuniram e montaram um presente especial tanto para Kishimoto quanto para os fãs. Tal como na comemoração do aniversário de 10 anos de One Piece, franquia criada em 1997 por Eichiro Oda, a franquia Naruto também foi homenageada com diversos desenhos feitos por outros mangakás.

Podemos ver os personagens de Naruto desenhados por nomes famosos e Akira Toriyama é um dos que colaboraram com esta homenagem a Kishimoto e sua criação. Estes desenhos foram então compilados e lançados no livro Naruto Hiden: Kai no Sho Ofisharu Puremiamu Fan Book.

Abaixo, segue a lista dos mangakás envolvidos:

Eiichiro Oda (One Piece);
Takeshi Obata (Bakuman, Death Note);
Osamu Kajisa (Tatoo Hearts);
Mizuki Kawashita (Ane Doki, Ichigo 100%);
Kouji Kiriyama (Ninku);
Kubo Tite (Bleach);
Kengo Kurando (★ Santa! ★);
Takeshi Konomi (Prince of Tennis);
Yoshio Sawai (Bobobo-bo Bo-bobo);
Hiroshi Shiibashi (Nurarihyon no Mago);
Kenta Shinohara (Sket Dance);
Mitsutoshi Shimabukuro (Toriko);
Shinya Suzuki (Mr. Fullswing);
Hideaki Sorachi (Gintama);
Hiroyuki Takei (Shaman King);
Ryuuhei Tamura (Beelzebub);
Yoshihiro Togashi (Yu Yu Hakusho, Hunter X Hunter);
Akira Toriyama (Dr. Slump, Dragon Ball);
Yoshiyuki Nishi (Muhyo to Rouji no Mahouritsu Soudan Jimusho, Bokke-san);
Tadatoshi Fujimaki (Kuroko no Baske);
Katsura Hoshino (D.Gray-Man);
Kousuke Masuda (Gag Manga Biyori);
Katsunori Matsui (Rocket de Tsukinukero!, NUMBER 10);
Yuusei Matsui (majin Tantei Nougami Neuro);
Naoya Matsumoto (Nekko Wappa!);
Yuusuke Murata (desenhista de Eyeshield 21);
Masanori Morita (Rokudenashi Blues, Rookies);
Kentarou Yabuki (Black Cat, To Love-Ru);
Nobuhiro Watsuki (Rurouni Kenshin, Embalming);
Shou Aimoto (Hokenshitsu no Shinigami);
Akira Akatsuki (Medaka Box);
Osamu Akimoto (Kochikame);
Daisuke Achihara (Kashikoi Ken Rilienthal);
Shuuichi Asou (Shinseiki Idol Densetsu Kanata Seven Change);
Akira Amano (Katekyo Hitman REBORN!);
Hirohiko Araki (Jojo’s Bizarre Adventure);
Yuuichi Itakura (Hand’s);
Mikio Itoo;
Riichirou Inagaki (escritor de Eyeshield 21);
Toshiaki Iwashiro (Psyren);
Kyousuke Usuta (Pyuu to Fuku!! Jaguar); e
Koji Ohishi (Inumarudashi);

A participação de Akira Toriyama nesta obra remete-se apenas ao material desenhado por ele. Curiosamente, o próprio Kishimoto contribuiu para o livro com um artwork exclusivo do personagem homônimo Naruto montado em Shenlong e com as vestes típicas de Goku, ambas conhecidíssimas criações de Toriyama.

KAMI SAMA EXPLORER
INDEX  Principal New Page 1


 INDEX

Principal
Old News
Facebook
E-mail
Twitter
Youtube
Flickr

 JOGOS ONLINE
Uranai Game
Seu Poder de Luta
Nome em Japonês

 AKIRA TORIYAMA
Introdução
Biografia
Toriyama Exhibition
Toei Anime Fair
BIRD STUDIO
Comentários
Entrevistas

 DRAGON BALL
Aura e Magia
Cabelos
Cronologia
Detecção de Ki
Dubladores
Esferas
Falsas Fusões
Falsos Super Saiyajins
Fusões
Galáxias
Hierarquia
Itens
Ki
Letras
Linhas Temporais
Mortes
Dialeto Namek-go
Níveis Saiyajins
Nomes dos personagens
Números em Dragon Ball
Outro Mundo
Personagens
Planetas
Poder de Luta
População/ Censo
Símbolos
Técnicas
Veículos
Primeira Aparição

 MANGÁS
Awawa World
BattleMan F-1 GP!
Cashman
Chobit
Cowa !
Dr. Slump
Dragon Quest
Dub e Peter
Escape
Go ! Go ! Ackman
Haigyo no Mahi Mahi
Kajika
Karamaru
Kennosuke sama
Kintoki
Lady Red
Mad Matic
Mamejiro
Mysterius Rain Jack
Mr. Ho
Mr. Rocky
Pink
Pola & Roid
Sand Land
Sakugenkijo
Sonchou
Toccio The Angel
T. Highlight Island
Tokimecha
Tomato Girl Detective
Tongpoo
Uchujin Peke
Wonder Island

 ARTWORK
Naruto Hiden Kai no Sho
25 YEARS WITH JOJO

 ANIME
O Anime
Anime pelo Mundo
Aberturas e Encerramentos
Guia de Episódios Dragon Ball
Guia de Episódios Dragon Ball Z
Guia de Episódios Dragon Ball GT

 MANGÁ
O Mangá
Mangá vs. Anime
Mangá pelo Mundo
Plágio

 KANZEBANS
Capas

 DRAGON BALL SD
O Mangá
Scans

 DRAGON BALL NO BRASIL
História
Mangá
TV
Datas
Censura
Dragon Ball na Mídia
Dragon Ball na internet

 EXTRAS
Game Guides
OST CD Games
Jogos Cancelados

 REVIEWS
Super Cassette Vision
NES
Game Boy
Mega Drive
SNES
Terebikko
PC ENGINE
3DO
JAMMA
SYSTEM 32
Saturn
Playstation
Pippin
Playdia
Playstation 2
Game Boy Advance
Game Cube
PSP
Mini-Games
Design Master
Palmtop

 DAIZENSHUUS
Introdução
Complete Illustrations
Story Guide
TV Animation 1
World Guide
TV Animation 2
Movies & TV Specials
Daijiten
Cardass Perfect File 1
Cardass Perfect File 2
TV Animation 3

 BIRD LAND PRESS
Introdução

 LIVROS
Mangaká
Movie Books
Outros Livros

 FILMES/ESPECIAIS
DVD Dragon Box
Especiais
Filmes

 ÁUDIO
LPs e Fitas Cassete

 IMAGENS
Akira Toriyama
Autógrafos
Cards
Cosplayers
F1 & Senna
Model Sheets/ Concept Arts
Produtos

 DRAGON FALL
Introdução

 ZINES
Dragon Ball Milênio
Dragor Pall

 FLICKR


 

 


Kami Sama Explorer em nenhum momento infringe o Copyright de Dragon Ball pertencentes à BIRD STUDIO e SHUEISHA Inc., além de não estar envolvido em qualquer produção oficial feita por elas. Este site é de caráter educativo e todo o material referente à Dragon Ball tem como único propósito levar ao conhecimento das pessoas tal obra, nada mais do que isto. O mesmo vale para qualquer outro anime aqui citado, seja de Akira Toriyama ou não. KSE, KSE2k e Kami Sama Explorer são nomes fantasias pertencentes a Anderson "Kami Sama" e Akauê "Ginyu" Barko. É proibida a reprodução ou cópia, parcial ou total deste site. O uso sem permissão de qualquer link existente neste site não será permitido. Os direitos autorais deste site são protegidos pela lei nº 9.610 de 19 de fevereiro de 1998. Quaisquer  dúvidas mande-me um e-mail. Obrigado. :)

FACEBOOK

setembro 2017
S T Q Q S S D
« ago    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  
Follow Me
FacebookFlickrYoutube

Welcome , today is quinta-feira, 21 de setembro de 2017