Bilheteria de Fukkatsu no F torna-se um fiasco no Brasil!

Problemas na distribuição do filme e grandes blockbusters prejudicaram a bilheteria de Fukkatsu no F!

Bilheteria de Fukkatsu no F
Bilheteria de Fukkatsu no F foi menor que de Battle of Gods.

Há alguns dias anunciamos que Dragon Ball Z O Renascimento de Freeza praticamente desapareceu dos cinemas brasileiros, a partir da sua terceira semana de exibição. E, como era previsto, os resultados da bilheteria foram desanimadores.

O novo filme de Goku e cia. sequer apareceu na lista entre os dez filmes mais assistidos da semana, segundo a associação de monitoramento de bilheteria mundial Rentrak.

“Minions” lideraram as bilheterias brasileiras, com faturamento de R$ 18.601.658 e público de 1.215.299 pagantes, entre os dias 02 a 05 de Julho. 

“O Exterminador do Futuro: Gênesis” e a comédia água com açúcar padrão Globo de qualidade “Meu Passado Me Condena 2”, alcançaram respectivamente R$ 10,8 milhões e 634,7 mil pagantes e R$ 11,5 milhões e 687 mil pagantes.

“Jurassic World – O Mundo dos Dinossauros” e “Divertida Mente”, ficaram com a quarta e quinta colocação. 

A partir da quinta colocação, os demais filmes tiveram uma bilheteria medíocre. Os motivos são óbvios: todos os cinco primeiro colocados são verdadeiros blockbusters e que tiveram um grande hype, além de um forte apelo de marketing. Coisa que “Dragon Ball Z O Renascimento de F” praticamente não teve. Não por causa dos fãs, mas sim por causa da estratégia da equipe de marketing da FOX.

O que não nos conformamos nem foi com a questionável estratégia de marketing, mas sim com a retirada brusca do filme em cartaz de pelo menos 90% das salas que o exibiam (o que acaba não deixando de ser um problema de marketing). 

Aliás, o próprio filme parece que nunca foi levado a sério pela própria FOX, visto o número pouco expressivo de salas e horários disponíveis durante as duas primeiras semanas. 

Essa retirada brusca, principalmente pelas redes para dar espaço a “O Exterminador do Futuro: Gênesis”, foi um verdadeiro tiro no peito no então novo filme de Dragon Ball Z, assassinando – sem direito à reviver com as Esferas do Dragão – as chances dele ter uma bilheteria que ao menos superasse a do seu antecessor, “A Batalha dos Deuses”.

A lista restante das dez maiores bilheterias do fim de semana inclui, na ordem, “Belas e Perseguidas”, “Enquanto somos jovens”, “Um Pouco de Caos”, “Terremoto: A Falha de San Andreas” e “Minha Querida Dama”.

E em colocação então o filme ficou, Kami Sama?
Dragon Ball Z O Renascimento de F ficou em décimo primeiro lugar na bilheteria geral dos cinemas em sua terceira semana de exibição, com APENAS 3.593 INGRESSOS VENDIDOS e uma receita medíocre estipulada em aproximadamente R$ 44.760!

No total, “O Renascimento de F” acumulou 333.288 ingressos vendidos em suas três irregulares semanas de exibição! A título de comparação, “A Batalha dos Deuses” teve mais de 383.000 ingressos vendidos no mesmo período de exibição.

Parabéns a FOX e a todos os envolvidos! Mesmo concorrendo contra grandes blockbusters, “O Renascimento de F” estava em consideráveis posições nas suas duas semanas de exibição. A retirada brusca do filme em cartaz não teve o menor sentido em virtude do seu relativo sucesso.

Lamentável!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

1 Comentário

  1. Avatar

    No itaú power shopping aqui de Contagem. Ouvi relatos de pessoas que foram na bilheteria um dia antes da estréia perguntar se o filme seria exibido. Por que? simples… Não havia nenhum cartaz, nenhum aviso, nem no lado de fora do cinema, nem no corredor interno das salas. E no dia da estréia, o poster estava dobrado na quadro de horários. Pois estava dividindo sala e horários com outro filme. UMA VERGONHA. Eu fiz minha parte. Fui na estréia sozinho, depois voltei com os amigos e vi de novo, pois adorei o filme.