Filmes – Doragon Bōru Shenron no Densetsu

Filmes – Doragon Bōru Shenron no Densetsu

Doragon Bōru Shenron no Densetsu
(ドラゴンボール 神龍の伝説 )
Data de exibição: 20 de dezembro de 1986
Direção e roteiro: Daisuke Nishio e Toshiki Inoue
Produção: Toei Animation
Tempo de duração: 50 minutos

Sem dúvida alguma, o ano de 1986 foi o ano em que Dragon Ball literalmente se afirmou como o sucesso que é considerado até hoje. Afinal, o anime começou a ser exibido em fevereiro deste ano e o primeiro jogo para videogame também saiu neste mesmo ano, para o console Video Cassete Vision e logo em seguida uma outra versão saiu para o NES. E foi no dia 20 de Dezembro de 1986, poucos dias antes do Natal, que o primeiro filme de Dragon Ball estreou nos cinemas japoneses. “Doragon Bōru Shenron no Densetsu” (ドラゴンボール 神龍の伝説) é o nome do primeiro filme que trata da série Dragon Ball, com Goku ainda criança e assim como a série de TV e mangá, conserva o seu humor característico.

Entretanto, assim como praticamente todos os filmes de toda a trilogia Dragon Ball, é praticamente impossível inserir este dentro da cronologia da série. Além disso, “Shenron no Densetsu” não só torna sua inserção impossível no contexto original, como reconta boa parte da história original, alterando não a essência dos fatos, mas sim a forma como eles acontecem.

Dirigido por Daisuke Nishio e com roteiro de Toshiki Inoue, “Shenron no Densetsu” é basicamente uma história paralela, bem diferente dos combates e personagens paralelos e contraditórios que aparecem nos demais filmes (principalmente em Dragon Ball Z), pois aqui não se trata apenas de combates mas sim da própria história de Dragon Ball sendo recontada e contradizendo-se com a história originalmente apresentada.

O terrível Rei Gourmet é um tirano que possui uma aparência horrível e que parece sofrer de alguma maldição: para não morrer, ele precisa comer a cada dia um prato melhor que o anterior. As conseqüências são refletidas para os habitantes de seu reino, que sofrem toda a repressão do terrível exército de Gourmet, à procura de rubis e riquezas nas terras usadas para o plantio pelo povo, para assim pagar os serviços de chefes de cozinha por todo o mundo, contratados pelo Rei Gourmet.

Todavia, nem contratando esses serviços, o Rei Gourmet conseguia encontrar a comida mais gostosa e para acabar com o seu sofrimento, decidiu mandar seu exército a procurar pelas esferas do Dragão, para desejar a comida mais gostosa de todas.

É aqui que a história de Dragon Ball começa a ser recontada, com inúmeras particularidades. Assim como no mangá, Goku conhece Bulma, mas aqui Bongo e Pasta, os membros de alto escalão do exército de Gourmet, aparecem e roubam a esfera do Dragão de 4 estrelas de Goku.

Na busca da esfera roubada, Goku encontra-se com Oolong, que estava para atacar Pansy, originalmente uma personagem que aparece apenas na saga Red Ribbon e que aqui é uma moradora do reino de Gourmet que está a procura de Mestre Kame para libertar o reino das maldades do tirano rei. Oolong ao perceber o quanto Goku era forte, decide fugir e em sua fuga, Goku e Oolong caem no território de Yamcha. Goku e Yamcha travam uma breve luta que é interrompida quando Bulma aparece, fazendo Yamcha fugir de timidez. Basicamente, os mesmos motes da história original, mas com muita diferença.

Ainda na busca pelas esferas, Goku, Bulma e Oolong encontram-se com Mestre Kame, que fora avisado por Yamcha que Goku queria derrotá-lo. Mas Mestre Kame percebe que tudo passava de uma mentira de Yamcha, ao constatar a pureza de Goku ao subir na nuvem voadora.

A forma como Mestre Kame dá a sua esfera para Bulma é completamente diferente do anime/ mangá. Aqui, Bulma pede a Oolong para que se transforme nela e se mostre para o velho Kame. Oolong aproveita a situação e deixa o velho abusar do momento, apenas para provocar Bulma. No anime, a própria Bulma mostra os seios para o Mestre Kame.

Nesse momento, o exército de Gourmet ataca a Ilha de Kame e rouba uma das duas esferas do Dragão que estava com Bulma. Kame, por sua vez revida, disparando um poderoso KameHameHa. Goku ao ver o poderoso ataque, tenta copiá-lo e aos olhos incrédulos do velho Kame, consegue. Assim como o mote original, entretanto no enredo original, cena parecida ocorre na montanha onde vivia o Rei Cutelo e sua filha ChiChi.

Por fim, Goku, Bulma e Oolong vão até o reino de Gourmet ajudar Pansy e recuperar as esferas do Dragão. Goku trava uma breve luta com Bongo e Yamcha, que reaparece com seu amigo Pual, trava uma luta com Pasta até perceber que ela era uma mulher. No final, todos caem em frente a sala do Rei Gourmet, que sofre uma pequena transformação e começa a atacar tudo. Goku não consegue enfrentá-lo, mas Bulma percebe que as demais esferas do Dragão estavam em seu estômago e atira sua esfera na boca do monstro Gourmet, evocando Shenlong.

Shenlong aparece, todo o castelo é destruído com a aparição e Pansy pede a Shenlong que faça o Reino de Gourmet voltar a ser como era antes, sem os rubis. Shenlong concede o desejo e desaparece e Gourmet aparentemente volta a sua forma humana, mas com muita fome. Eis que Pansy oferece uma maçã para o Rei, Yamcha e Bulma terminam juntos e Goku decide partir à procura da esfera do Dragão de 4 estrelas. Assim, o filme se encerra.

O mais interessante nesse filme são os personagens exclusivos, que mais parecem “adaptações” dos personagens clássicos da série Dragon Ball. O próprio Rei Gourmet e seu exército lembra e muito o exército Red Ribbon, seu líder e seu desejo singular. Os líderes do exército, Bongo e Pasta, lembram os Generais da Red Ribbon estão mais interessados nos rubis e nas esferas do que nos interesses do Rei, o que nos faz lembrar do braço direito do comandante Red, o Assistente Black. Os soldados comuns de Gourmet parecem e muito com os homens da gangue do Chefe Coelho. Além disso, praticamente toda a saga original Pilaf foi adaptada em 50 minutos de animação, só que ao invés de termos Pilaf como vilão, temos uma “adaptação” da Red Ribbon no lugar.

O filme foi produzido pela Toei Animation e BIRD Studio, e a música foi pela Columbia Music Entertainment.

Abertura e encerramento

A abertura é a mesma abertura clássica do anime de Dragon Ball, ao som de Makafushigi Adventure. Já o encerramento mostra em imagens de 1 quarto de tela sob fundo preto das cenas aleatórias do filme, ao som da também clássica Romantic Ageruyo.

Curiosidades

Curiosamente, no Movie Book relacionado a este filme, os integrantes do exército de Gourmet usam um emblema diferente da animação em si. Enquanto o emblema no filme é um morcego segurando um garfo, no Movie Book é uma faca e um garfo cruzando-se, formando um “x”.

Os pais de Pansy também são diferentes do anime.

O mais curioso é que “Shenron no Densetsu” serviu de inspiração para a produção não oficial do lendário live-action chinês de Dragon Ball, conhecido como Dragon Ball: The Magic Begins ( 新七龍珠 神龍的傳說, Xīn qī lóng zhū Shén lóng de chuán shuō ).

Pelo Mundo

“Shenron no Densetsu” foi amplamente distribuído pelo mundo em formato VHS e DVD sem cortes ou censurados, como volumes, coletâneas ou em box especiais. Abaixo, algumas das principais versões distribuídas pelo mundo:

Estados Unidos


Dragon Ball - Curse of the Blood Rubies
Dragon Ball - The Saga of Goku Boxed Set

Em 24 de Setembro de 1996, a FUNimation, pelos estúdios Vidmark/ Trimark, lançou no mercado americano a versão estadunidense do filme, com o nome de “Dragon Ball Z – Curse of the Blood Rubies”. O filme, lançado em VHS no formato NTSC, tem 48 minutos de animação, fruto dos cortes presentes devido a censura. O áudio foi dublado para o inglês e não consta de legendas. A sinopse contida na fita é uma das piores já feitas:

“Deep within the core of the Earth a fire rages. Within the heart of this fire dwells the Eternal Dragon, a magical beast of limitless power that can be summoned from his fiery lair only when the seven magic Dragon Balls — now scattered over the face of the Earth — are found and brought together. When the seven magic Dragon Balls are united, the Eternal Dragon will appear before the adventurer who brought them together and grant that person a single wish. Then, once more the balls will be scattered to the four winds, and the dragon beast will return to his fiery lair until another brave or foolish soul rediscovers the balls and tries to bring them together again.”
— “Curse of the Blood Rubies”

Lançado em 24 de Outubro de 2000 em formato DVD, o “Dragon Ball – The Saga of Goku Boxed Set” é um box com 13 episódios de Dragon Ball, sendo o último o movie em questão. São eles: 1. Secret of the Dragon Ball, 2. The Emperor’s Quest, 3. The Nimbus Cloud of Roshi, 4. Oolong the Terrible, 5. Yamcha the Desert Bandit, 6. Keep an Eye on the Dragon Balls, 7. The Ox-King on Fire Mountain, 8. The Kamehameha Wave, 9. Boss Rabbit’s Magic Touch, 10. The Dragon Balls Are Stolen, 11. The Penalty Is Pinball, 12. A Wish to the Eternal Dragon, 13. The Legend of Goku; Curse of the Blood Rubies.

Com dois DVDs que funcionam apenas na Região 1, esse Box possui ao todo 337 minutos de animação e apesar de não possuir o áudio japonês, possui legendas em inglês, espanhol e japonês.

Europa


La leggenda delle sette sfere
La Leggenda del Drago Shenron

Na Itália, “Shenron no Densetsu” recebeu 2 nomes: “Dragon Ball – La Leggenda delle Sette Sfere” e “Dragon Ball – La Leggenda del Drago Shenron”, lançados em conjunto pela Dynit (Dynamic Italia) e pela De Agostini Editore. A primeira versão foi lançada em VHS em 1989 com o selo da Dynamic Italia e recebeu o nome de “Dragon Ball – La Leggenda delle Sette Sfere”. Mais tarde, a Dynit e a De Agostini Editore lançaram uma coletânea com diversos animes distribuídos em VHS junto a fascículos, chamada de Japan Animation e “Dragon Ball La Leggenda delle Sette Sfere” foi o quarto VHS distribuído (“Japan Animation 4: Dragon Ball – La Leggenda delle Sette Sfere”). Essa coleção é composta de 41 fascículos/ VHS e no texto abaixo, segue os nomes da lista completa:


JAPAN ANIMATION

1 – City hunter special 3 : un complotto da un millione di dollari; 2 – I cavalieri dello zodiaco : la dea della discordia; 3 – Ken il guerriero : la leggenda di nanto; 4 – Dragon ball : la leggenda delle 7 sfere; 5 – Lupin 3 : la leggenda dell’oro di babilonia; 6 – Capitan harlock : l’arcadia della mia giovinezza; 7 – Dragon ball z : vendetta divina; 8 – Macross 2 : special vol.1; 9 – Galaxy express 999 : the movie; 10 – Rocky joe : l’ultimo round; 11 – L’ imbatibile daitarn 3 : speciale “le grandi battaglie di banjo”; 12 – Getter robot : the last day : special “A new beginning”; 13 – Baldios the movie; 14 – Patlabor : the movie; 15 – Tekkaman : volume 1; 16 – Street fighter 2 victory : speciale “the new world warriors”; 17 – capitan futuro : volume 1; 18 – Gordian : volume 1; 19 – Blue noah : volume 1; 20 – Babil junior : la leggenda – volume 1; 21 – starzinger : volume 1; 22 – Borgman : l’ultima battaglia; 23 – Danguard : volume 1; 24 – God sigma : volume 1; 25 – L ‘ invincibile Zambot 3 : speciale “uniti per la vittoria”; 26 – Gaiking il robot guerriero : volume 1; 27 – Cowboy bebop : jupiter jazz; 28 – Alexander crancache di guerra di Alessandro il grande : speciale; 29 – Corazzata spaziale Yamato; 30 – Yu Yu Hakusho ghost fighters : volume 1; 31 – Lamù : il sogno; 32 – Kyashan il mito : volume 1; 33 – Sampei il ragazzo pescatore : volume 1; 34 – Robotech : volume 1; 35 – Millenia : la regina dei mille anni; 36 – Hurricane Polymar : volume 1; 37 – Motori in pista : volume 1; 38 – Gakeen magnetico robot : volume 1; 39 – L’invincibile ninja kamui : volume 1; 40 – Devilman : la genesi; e
Special – Ufo robot goldrake contro il grande mazinga.

Há evidências de que a De Agostini lançou também na Itália, em versão VHS, esse filme como parte de uma coletânea chamada Movie Collection. Ainda na Itália, a Dynit lançou, junto com a De Agostini em 06 de Janeiro de 2007, o oitavo filme em DVD da série DVD Movie Collection, com o nome de “Dragon Ball – La Leggenda del Drago Shenron”. O DVD foi lançado para a Região 2 e com áudio em japonês Dolby Digital 2.0 e áudio em italiano Dolby Digital 5.1.


La Légende de Shenron (AK VIDEO) - Capa
La Légende de Shenron (AK VIDEO) - verso Dragon Ball - Vol.4: Les Films, l'intégrale

“La Légende de Shenron” é a versão francesa desse especial de Dragon Ball Z. Lançada em VHS em 1990 pela produtora AB Vidéo, foi uma versão completamente retalhada do original. Já em 1995, “La Légende de Shenron” é relançado pela AK VIDEO, sendo essa versão correspondente a primeira de uma coletânea com diversos volumes dos filmes e especiais da franquia Dragon Ball. Há também uma versão dessa coleção contendo o volume 1 e 3 em uma única fita.


Em 8 de Janeiro de 2004, a TF1 Vidéo lança uma coletânea com os 3 filmes de Dragon Ball: “Dragon Ball – Vol.4 : Les Films, l’intégrale – La Légende de Shenron / L’Aventure mystique / Le Château du Démon”. Em formato PAL, rodando na região 2, o filme conta apenas com o áudio em francês Dolby Digital 2 Mono.

Em 2007, a AB Vidéo lançou um Movie Box com 5 DVDs chamado de: Dragon Ball / Dragon Ball Z – Intégrale des films. Nesse box, além do filme “La Légende de Shenron”, há também os dois outros filmes de Dragon Ball (“Le Château du Démon” e “L’aventure Mystique”), 6 filmes de Dragon Ball Z (“À la Poursuite de Garlic”; “Le Robot des Glaces”; “Le Combat Fratricide”; “La Menace de Namek”; “La Revanche de Cooler”; e “Cent Mille Guerriers de Métal”) e 1 especial de TV (“Baddack contre Freezer”). O box vem com um livro de 96 páginas e 10 cards de Dragon Ball e os DVDs rodam na região 2 e possuem áudio japonês e francês.

Na Alemanha, o estúdio Polyband & Toppic Video/WVG lançou, em 26 de Julho de 2004, o filme em VHS com o nome de “Dragonball – The Movie 1: Die Legende von Shenlong”. Já o DVD foi lançado também pelo mesmo estúdio em 02 de Agosto de 2004, para a Região 2, sistema PAL e com áudio em japonês (Dolby Digital 1.0) e em alemão (Dolby Digital 5.1).


Dragonball - Die Legende von Shenlong (VHS)
Dragonball - Die Legende von Shenlong (DVD) Dragonball - The Movie Collection (Movie 1-3)

E, ainda na Alemanha, no dia 28 de Março de 2008 é lançado o “Dragonball – The Movie Collection (Movie 1-3)”, um movie-box contendo os três primeiros filmes de Dragon Ball (“Dragonball – The Movie 1: Die Legende von Shenlong”; “Dragonball – The Movie 2: Das Schloss der Dämonen”; e “Dragonball – The Movie 3: Son-Gokus erstes Turnier”). São 3 DVDs, em formato PAL, para a Região 2, com áudio em japonês (Dolby Digital 1.0) e em alemão (Dolby Digital 5.1), com um total de 145 minutos de animação.

Na Espanha, várias versões foram lançadas. A versão em catalão recebeu o nome de “La llegenda del drac Xeron”, em VHS pela produtora AVUI, com data de lançamento em Janeiro de 1994 e em DVD pela Manga Films na forma de box, com os 3 filmes de Dragon Ball (“La llegenda del Drac Xeron”; “La bella dorment al castell del mal”; e “Aventura mística”), com áudio mono em espanhol, catalão e euskera, além de extras como fichas técnicas, biografia do autor, imagens e menus interativos.

A Manga Films também lançou em VHS esse mesmo filme com o nome de “La leyenda del dragón Xeron”.

Oriente Médio

Apesar de não termos dados concretos de sua data de exibição, há na internet um vídeo com a abertura do filme com imagens do próprio filme em questão, que recebeu o nome de “المغامر كوغو ج”.

Brasil

Em 14 de Novembro de 2002, o filme foi lançado por aqui pela revista Heróis da TV, sendo vendida como parte integrante da mesma, já na sua décima quinta edição e com o nome de “A Lenda de Shen Long”. Mas com a exibição do filme na televisão pela Cartoon Network, trocou-se a dublagem antiga (feita pela Parisi Video) pela da Álamo.

Conclusão

Apesar de todas as diferenças presentes no filme quanto à sua nula inserção no enredo da série, “Shenron no Densetsu” é um bom filme que garante toda a fórmula clássica que consagrou Dragon Ball.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*