Filmes – Doragon Bōru: Majin-Jō No Nemuri Hime

Filmes – Doragon Bōru: Majin-Jō No Nemuri Hime

Doragon Bōru: Majin-Jō No Nemuri Hime
(ドラゴンボール 魔神城のねむり姫)
Data de exibição: 18 de julho de 1987
Direção e roteiro: Daisuke Nishio, Minoru Okazaki e Keiji Terui
Produção: Toei Animation
Tempo de duração: 45 minutos

“Doragon Bōru Majin-Jō No Nemuri Hime” (ドラゴンボール 魔神城のねむり姫) é o nome do segundo filme que trata da série Dragon Ball mantendo o seu humor típico e seguindo o conceito do primeiro filme, ao criar uma história completamente paralela. Entretanto, a diferença em relação ao primeiro filme é que ele não mais reconta (reconta parcialmente, apenas) a história original de Goku, mas sim acrescenta a história um acontecimento que não existe no mangá nem no anime e que, como de praxe na maioria dos filmes de Dragon Ball, se tornam incompatíveis à cronologia da série canônica.

O filme começa com Goku indo à casa de Mestre Kame para que este o treine. Ao mesmo tempo, Kurilin aparece (sendo sua primeira aparição na obra non-canon) pedindo o mesmo ao velho Kame, que só treinaria aquele que trouxesse uma garota. Bem parecido com o que vimos na série canônica. Mas as semelhanças acabam aqui.

Na história original Mestre Kame treinaria aquele que trouxesse uma garota para ele. Neste filme, Mestre Kame escolhe a garota, sendo sua escolha a “princesa adormecida do Castelo Amaldiçoado”, que, segundo Mestre Kame, era mantida prisioneira por um homem perverso em um castelo localizado entre as cinco montanhas conhecidas como “A mão do Diabo”.

E é nessa aventura que Goku, junto com Kurilin, Yamcha, Pual, Oolong e Bulma, que passam ao acaso na casa de Kame (e que revela para onde seus dois pretendentes a alunos haviam ido – um parque de diversões, no pensamento de Kame), partem para o tal parque, que na verdade é de fato um castelo, pertencente a Lúcifer, o Rei dos demônios. No desenrolar da história, a nave de Bulma e seus amigos é derrubada por monstros, Bulma é seqüestrada sem saber, achando que tudo era uma brincadeira do “parque” e levada para o salão onde a “princesa adormecida” está, até que percebe nada disso é brincadeira e que seu sangue será oferecido em comemoração ao despertar da “princesa”, entrando em desespero.

Enquanto isso, Goku e Kurilin enfrentam vários monstros, sendo um deles Gastel, um enorme subordinado de Lúcifer que luta usando uma espécie de cinta. Por fim, Gastel acaba sendo morto por um enorme monstro do mar que o engole. Mais a frente, Lúcifer revela que a “princesa” despertará de seu sono secular e que sua beleza esplêndida trará a escuridão eterna.

Uma grande explosão oriunda de um dos ataques dos monstros faz com que Goku e Kurilin caem em frente ao salão onde está a “princesa”, Bulma e Lúcifer e descobrem que a “princesa” é na verdade uma jóia. Inesperadamente, Lunch aparece (sendo sua primeira aparição non-canon) e rouba a jóia. Goku, Kurilin e Lúcifer a perseguem, mas Lunch acaba espirrando e caindo de sua moto, voltando ao normal e a jóia é recuperada por Goku.

Mas Lúcifer aparece e ameaça matar Kurilin se Goku não devolvesse a jóia. Goku devolve, mas acaba perdendo suas forças para um bichinho rosa (Kapu) que apareceu em todo o filme sugando o sangue de Goku e que aqui morde o rabo do garoto, seu ponto fraco. Todos então são presos (exceto Bulma que continua amarrada), inclusive Yamcha, Pual e Oolong, que se passaram por monstros para salvar a Bulma, mas em vão.

Com a jóia recuperada, Lúcifer revela que a “bela adormecida” irá “acordar” com a Lua cheia após 5000 anos e que o reinado do Sol acabará e o mundo viverá em trevas e frio, mas é esta Lua que faz Goku se transformar em Oozaru, que destrói todo o local onde ele e os outros estavam presos, sendo contido apenas por Pual, que lhe corta seu rabo.

Finalmente, Lúcifer explica que a jóia possuí um poder de destruição capaz de destruir o Sol e que naquele momento a jóia seria usada em um canhão para assim destruir o astro rei. Então Goku já em sua forma normal e Kurilin aparecem e enfrentam Lúcifer e Yamcha enfrenta (e derrota facilmente) o mordomo de Lúcifer, Shitsuji. Goku para evitar que o canhão fosse disparado, acaba desferindo um Kamehameha contra o mesmo, que altera sua rota de tiro justamente para onde Lúcifer estava, desintegrando-o. Todo o castelo é destruído pelo impacto do raio e Goku e Kurilin então retornam junto com Lunch para a casa de Kame e o velho finalmente decide treinar os dois garotos. Mas sem antes de passarem por maus bocados com a personalidade má de Lunch.

Dirigido por Daisuke Nishio e Minoru Okazaki, “Majin-Jō No Nemuri Hime” introduz 3 personagens exclusivos no filme: o vilão Lúcifer (ルシフェル), seu mordomo (Shitsuji/ 執事) e Gastel (ガステル). Além dos monstros auxiliares de participação secundária e de Kapu, o monstrinho rosado que aporrinha Goku em diversas cenas.

O filme foi produzido pela Toei Animation e BIRD Studio e a música foi feita pela Columbia Music Entertainment.

Abertura e encerramento

A abertura é a mesma abertura clássica do anime de Dragon Ball, ao som de Makafushigi Adventure e o encerramento, ao som da também clássica Romantic Ageruyo.

Pelo Mundo

“Majin-Jō No Nemuri Hime” foi amplamente distribuído pelo mundo em formato VHS e DVD sem cortes ou censurados, como volumes, coletâneas ou em box especiais. Abaixo, algumas das principais versões distribuídas pelo mundo: 

Estados Unidos

Dragon Ball - Sleeping Princess in Devil's Castle (VHS cut scenes) Dragon Ball - Sleeping Princess in Devil's Castle (uncut)

Em 26 de Janeiro de 1999, a FUNimation lançou no mercado americano a versão estadunidense do filme, com o nome de “Sleeping Princess in Devil’s Castle”. O filme, lançado em VHS no formato NTSC, tem 38 minutos de animação, fruto dos cortes presentes devido a censura. O áudio foi dublado para o inglês e não consta de legendas. Em compensação a FUNimation também lançou a versão sem cortes do filme.

Dragon Ball - Sleeping Princess in Devil's Castle (DVD) Dragon Ball Movie DVD  Box Set (Movies 2-4)

Lançado em 2005 pela FUNimation em formato DVD, o “Dragon Ball – Sleeping Princess in Devil’s Castle” também não possui cortes e possui o áudio japonês e legendas em inglês, além de ter sido lançado na Austrália. E em 06 de Dezembro de 2005, a mesma FUNimation lança o “Dragon Ball Movie DVD Box Set (Movies 2-4)”, um dvd-box contendo os filmes “Sleeping Princess in Devil’s Castle”, “Mystical Adventure” e “The Path to Power”, com áudio inglês e original japonês e legendas em inglês, contendo 185 minutos de animação.

Europa

La Principessa Addormentata nel Castello del Demonio La bella addormentata nel castello dei misteri

Na Itália, ” Majin-Jō No Nemuri Hime ” recebeu 2 nomes: “Dragon Ball – La bella addormentata nel castello dei misteri” e “Dragon Ball – La Principessa Addormentata nel Castello del Demonio”, lançados em conjunto pela Dynit (Dynamic Italia) e pela De Agostini Editore. A primeira versão foi lançada em VHS em 1989 com o selo da Dynamic Italia e recebeu o nome de “Dragon Ball – La Principessa Addormentata nel Castello del Demonio”.

Ainda na Itália, a Dynit lançou, junto com a De Agostini em 17 de Fevereiro de 2007, o 13º filme em DVD da série DVD Movie Collection, com o nome de “La bella addormentata nel castello dei misteri”. O DVD foi lançado para a Região 2 e com áudio em japonês Dolby Digital 2.0 e áudio em italiano Dolby Digital 5.1.

“Le Château du Démon” é a versão francesa desse especial de Dragon Ball. Lançada em VHS em 1990 pela produtora AB Vidéo, foi uma versão completamente retalhada do original. Já em 1995, ” Le Château du Démon” é relançado pela AK VIDEO, sendo essa versão correspondente a segunda de uma coletânea com diversos volumes dos filmes e especiais da franquia Dragon Ball.

Em 8 de Janeiro de 2004, a TF1 Vidéo lança uma coletânea com os 3 filmes de Dragon Ball: “Dragon Ball – Vol.4 : Les Films, l’intégrale – La Légende de Shenron / L’Aventure mystique / Le Château du Démon”. Em formato PAL, rodando na região 2, o filme conta apenas com o áudio em francês Dolby Digital 2 Mono.

Em 2007, a AB Vidéo lançou um Movie Box com 5 DVDs chamado de: Dragon Ball / Dragon Ball Z – Intégrale des films. Nesse box, além do filme ” Le Château du Démon “, há também os dois outros filmes de Dragon Ball (“La Légende de Shenron ” e “L’aventure Mystique”), 6 filmes de Dragon Ball Z (“À la Poursuite de Garlic”; “Le Robot des Glaces”; “Le Combat Fratricide”; “La Menace de Namek”; “La Revanche de Cooler”; e “Cent Mille Guerriers de Métal”) e 1 especial de TV (“Baddack contre Freezer”). O box vem com um livro de 96 páginas e 10 cards de Dragon Ball e os DVDs rodam na região 2 e possuem áudio japonês e francês.

Na Alemanha, o estúdio Polyband & Toppic Video/WVG lançou, em 2004, o filme em VHS com o nome de “Dragonball – Das Schloss der Dämonen”. Já o DVD foi lançado também pelo mesmo estúdio em 2004, para a Região 2, sistema PAL e com áudio em japonês (Dolby Digital 1.0) e em alemão (Dolby Digital 5.1). Ambos com 45 minutos de animação.


Dragonball - The Movie Collection (Movie 1-3) Dragonball - Das Schloss der Dämonen (DVD) Dragonball - Das Schloss der Dämonen (VHS)

 

Ainda na Alemanha, no dia 28 de Março de 2008 é lançado o “Dragonball – The Movie Collection (Movie 1-3)”, um movie-box contendo os três primeiros filmes de Dragon Ball (“Dragonball – The Movie 1: Die Legende von Shenlong”; “Dragonball – The Movie 2: Das Schloss der Dämonen”; e “Dragonball – The Movie 3: Son-Gokus erstes Turnier”). São 3 DVDs, em formato PAL, para a Região 2, com áudio em japonês (Dolby Digital 1.0) e em alemão (Dolby Digital 5.1), com um total de 145 minutos de animação.

Na Espanha, a versão em catalão recebeu o nome de “La Bella Dorment al Castell del Mal”, em VHS pela produtora AVUI, com data de lançamento em 1994 e em DVD pela Manga Films na forma de box, com os 3 filmes de Dragon Ball (“La Leyenda del Dragón Xeron”; “La bella Durmiente al Castillo del mal”; e “Aventura mística”), com áudio mono em espanhol, catalão e euskera, além de extras como fichas técnicas, biografia do autor, imagens e menus interativos.

A Manga Films também lançou em VHS esse mesmo filme com o nome de ” La bella Durmiente al Castillo del mal”.

Portugal

“Dragon Ball: O Castelo Fantástico”, esse foi o nome que esse filme recebeu em Portugal. Lançado em VHS, a resenha da contra capa é sem dúvida a mais bizarra possível:

“Aqui está mais uma aventura do Dragon Ball, o maior sucesso do cinema de animação.
Songoku, o nosso herói, ambiciona reunir as 7 bolas de cristal espalhadas pelo Mundo, de forma a poder satisfazer o seu maior desejo, encontrar o avô.
Songoku vai assim até à ilha do Tartaruga Genial para aprender artes marciais.
Ao chegar encontra Crilin, um jovem da sua idade, que também pretende iniciar-se nestas artes.
Com vista a por à prova os dois rapazes, o Tartaruga Genial obriga-os a procurarem uma rapariga que esteja disposta a dar-lhes de comer, o que aliás até é bem pensado!
Após terem cumprido a missão, seguiram-se longos e difíceis dias de treino. Quando pareciam estar prontos para as mais destemidas batalhas, o Tartaruga Genial achou que deveriam fazer um último teste.
Os nossos dois amigos vão ter que enfrentar os mais temidos lutadores de artes marciais, no grande torneio que se realiza todos os quatro anos.
Colocados perante os melhores lutadores, será que os nossos amigos vão conseguir cumprir essa missão?”.

O Castelo do Diabo

Brasil

Em 21 de Março de 2003, o filme foi lançado por aqui pela revista Heróis da TV, sendo vendida como parte integrante da mesma, já na sua décima sétima edição e com o nome de O Castelo do Diabo”. Mas com a exibição do filme na televisão pela Cartoon Network, trocou-se a dublagem antiga (feita pela Parisi Video) pela da Álamo.

Conclusão

Mesmo recontando de outra forma a maneira como Goku e Kurilin fazem com que sejam treinados por Kame, “Majin-Jō No Nemuri Hime” é sem dúvida um dos melhores filmes da franquia, conservando o humor característico da série.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

1 Comentário

  1. Avatar

    Essas versôes alternativas da primeira série da saga poderiam ter ficado excelentes senão fosse por alguns detalhes… a Uranai Baba, ChiChi, Gyumao e Yajirobe não aparecem, e esses filmes alternativos só cobrem a série (de forma diferente) até ao episodio 101… ou seja a saga de Rei Piccollo e Piccollo Jr não tiveram direito á adaptação alternativa… o ke torna isso incompleto. Ao contrário de outras obras ke fazem essas alternate retellings até ao fim…