Introdução do Akira Toriyama para o volume 25 do Tankobon

“Eu gosto de cinema. Quando eu era rapaz, ia ao cinema umas quatro vezes por semana. Até mesmo quando eu era um aluno do ensino fundamental, frequentemente levava uma marmita comigo e ia pedalando na minha bicicleta até o cinema em Nagoya, onde eu mergulhava o dia todo. Os muitos filmes que assisti deste jeito estão nos meus trabalhos. Quando estou criando uma história ou uma sequência, isso vem na minha cabeça no estilo de uma imagem cinematográfica, permitindo colocar meu lápis em movimento. Ah, com certeza foi legal”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*