A cultura do Mundo de Dragon Ball

Cultura

Como os inúmeros planetas que existem no universo,  bem como o Reino Celestial e o Mundo dos Demônios, vários países e mundos apareceram em Dragon Ball. As pessoas que vivem lá criaram suas próprias culturas peculiares.  Os namekuseijins, que são uma raça agrícola, os saiyajins, que são uma raça caçadora, e os terráqueos que se enquadram entre eles. De certa forma, você pode dizer que Dragon Ball é um drama sobre as lutas de raças cujas culturas diferem. Contribuindo para a construção da individualidade dos personagens, devemos abordar as diferenças de raça e cultura aqui.

 

Terra

 

Na Terra, onde várias etnias e múltiplas raças coexistem, as diferenças na indústria e cultura por região são notáveis. Nas grandes cidades, o desenvolvimento urbano é alcançado com base na indústria química pesada, e tecnologia avançada como carros aéreos e aviões antigravidade está profundamente inserido na vida das pessoas, mas nas áreas rurais, uma vida agrícola de cultivação de campo ou pastoreio e produção leiteira tem sido feita exatamente como era no passado. A este respeito, você provavelmente poderia dizer que a forma cultural, em que as indústrias secundárias e terciárias, que são para tornar os meios de subsistência das pessoas abundantes, são equilibrados e coexistem bem por causa da indústria primária, que é para o abastecimento de alimentos.

A cultura da Terra possui poder tecnológico de alto nível, mas a “Revolução da cápsula” é considerada como a causa principal da tecnologia se desenvolver de forma tão explosiva. “Capsulas Hoi Poi”, inventadas pelas presidente da Corporação Capsula, Dr. Brief, são uma tecnologia que armazena todos os objetos em pequenas cápsulas que se encaixam na palma da sua mão. Capsulas Hoi Poi, que possuem uma portabilidade e mobilidade drasticamente avançadas, rapidamente tornaram a vida das pessoas luxuosas, e abriram possibilidades de tecnologias futuras.

A inteligência humana também possibilitou o uso prático de motores antigravidade e engenharia genética. Mas por outro lado, enquanto as pessoas levam uma vida mais luxuosa, a expansão da indústria de defesa é um problema. Com o transporte em massa de armas através das cápsulas hoi poi, e o desenvolvimento de androides para o combate através da manipulação genética, criminosos como o Exército da Red Ribbon que abusam dessas coisas estão aumentando.

Conforme descrito, a divisão tecnológica da Terra está experimentando um crescimento rápido, mas ao mesmo tempo, a existência de coisas sobrenaturais como magia e feitiçaria tem sido observada por alguns; A cultura da Terra foi construída sob a forma de coexistência e co-prosperidade de ambos os lados.

 

Planeta Vegeta 

 

Os saiyajins, que originalmente tinham apenas uma cultura selvagem e primitiva, absorveram a cultura de outros planetas invadidos por eles e então a expandiram. Scouters, uma tecnologia que roubaram dos Tsufurujins, são um exemplo disso. Os saiyajins, que são uma raça guerreira, não tinham experiência com a cultura agrícola; são uma raça totalmente caçadora, roubando o que precisavam dos inimigos até o fim. Sua ciência é mais avançada do que a da Terra, mas não é própria dos saiyajins. Roubando tudo de outras raças, eles tem uma cultura saqueadora que pega apenas o que eles precisam.

O fato de que apenas a tecnologia necessária para a batalha foi melhorada pode ser citada como uma característica do desenvolvimento cultural saiyajin. Os trajes de batalha que eles sempre usam e as máquinas médicas para recuperação física são exemplos.

 

Planeta Namekku

 

Namekuseijins são uma raça tipicamente agrícola. Após a ruina do planeta devido a uma anomalia climática, os namekuseijins, que possuem habilidades especiais como a regeneração, assimilação, e cura, abandonaram sua tecnologia que deu origem a milagres através de poderes mecânicos. Por causa disso eles são capazes de viver apenas com água e não necessitam de reservas de alimentos, eles levam uma calma vida agrícola cultivando árvores de Ajissa.

 

-Daizenshuu 7

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*